Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu Caderno de Produtividade

MIND4GOALS porque devemos estar sempre focados em atingir os nossos objetivos, pessoais e profissionais

O meu Caderno de Produtividade

MIND4GOALS porque devemos estar sempre focados em atingir os nossos objetivos, pessoais e profissionais

Como libertar a cabeça e ficar com espaço livre para o que importa

Mais uma vez digo que é preciso trabalhar melhor. Nunca digo trabalhar mais porque na verdade, penso que até trabalho menos. Pelo menos o trabalho que faço está focalizado no cumprimento dos meus objetivos e na concretização das tarefas que me chegam e isso dá-me um conforto muito grande. Não ando assoberbada a resolver coisas soltas e apagar fogos e isso dá-me uma boa segurança.

Já escrevi aqui e aqui que quando me comecei a interessar por estas questões de produtividade encontrei o método GTD do David Allen (Getting things done) e li bastante sobre o tema e ainda hoje continuo a ler e a reler os livros do David Allen. A verdade é que apesar de já me interessar e focar neste tema há muito tempo, é muito fácil o comboio "descarrilar", sobretudo quando há picos de trabalho e de informação a chegar o que não deixa de ser curioso porque deveria ser precisamente nesta altura que a máquina estaria suficientemente oliada para tal não acontecer. Mas acontece. E é preciso retomar o rumo para que tudo entre novamente nos eixos.

Reler os livros e blogs sobre o tema ajuda a captar qualquer coisa nova e encontrarmos a solução para resolver mais algum problema que tenhamos em mãos, por isso acho importante ir fazendo algumas revisões. Este blogue vai servir precisamente para isso. Registar as minhas conquistas e derrotas, alterações que introduzi e notas que me parecem relevantes guardar. Poderia faze-lo num caderno e guarda-lo só para mim mas achei que poderia ser um tema importante para outras pessoas e por isso resolvi partilhar e criar este caderno online. Se servir de inspiração a alguém, otimo.

 

As etapas comuns entre os métodos GTD e ZTD são:

- capturar

- processar

- rever

- fazer 

Para além do GTD existe também uma adaptação feita pelo Leo Babauta - O Zen To Done (ZTD). A principal diferença que encontro nos dois métodos é na implementação (o GTD faz tudo em simultaneo e ZTD uma etapa de cada vez, o que prefiro) e no "Fazer", uma vez que com o ZTD definimos as prioridades e o GTD na minha opinião, deixa as coisas um pouco ao critério de cada um.

Eu irei falar sobre cada um destes passos isoladamente ao mesmo tempo que vou "refaze-los" , isto é, rever como estão implementados no meu sistema e que alterações necessito fazer. Para que consiga fazer esta análise vai ser preciso algum tempo e por isso falarei em cada um dos passos a cada semana. Não falarei de todos os temas de seguida também porque não me parece que se consiga introduzir tantas alterações em simultaneo (concordo com o Leo Babuta)   

 

O que é "Capturar" e qual a importância desta fase?

 

Nesta fase vamos recolher tudo o que temos para fazer e que nos passe pela cabeça. Há papéis espalhados? vamos guardar tudo num tabuleiro, não interessa se são recibos, receitas, contas para pagar ou tarefas que temos na cabeça (planear a festa de natal, lista de compras, as férias, o jantar que vamos dar lá em casa no próximo fim de semana, o concerto a que queremos ir, ...)

E como é feita esta recolha? 

- O que está em papel vai para um tabuleiro unico. 

- o que está na caixa de email (no meu caso é a inbox principal, onde recebo mais correspondencia) vamos deixar ficar na caixa de entrada para já

- o que está na cabeça: passar para uma lista (o David Allen sugere escrever cada projeto numa folha em branco e colocar no tabuleiro)

 

Depois de termos todas as tarefas e projetos (o que implica mais do que uma ação, por exemplo ir ao concerto - é preciso comprar os bilhetes, marcar restaurante (se vamos também jantar), marcar hotel (se não for na cidade onde vivemos), combinar com amigos, etc) "fora da cabeça", vamos por um lado ficar pasmados com tantas coisas a fazer, mas por outro lado, aliviados porque está tudo reunido. Mas atenção, certamente esta será só uma parte, porque vai lembrar-se de mais projetos e tarefas ao longo do tempo e vão continuar a chegar emails e correio em papel e mais telefonemas e pedidos diretos de tarefas. 

 

A fase seguinte é decidir o que fazer com tudo isto! Mas para já fica como TPC fazer esta parte. Na próxima semana, vamos processar a informação. 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Propósito desde espaço

Um estudo recente revela que 1 em cada 3 pessoas está em risco de burnout. Eu, definitivamente não quero fazer parte deste numero, pelo que tenho vindo a adotar e desenvolver metodologias que me têm permitido ter os meus projetos controlados, os meus objetivos atingidos, fazer horário das 9 às 18H, acompanhar a minha família e tratar da casa. São essas metodologias e práticas que já adotei e outras que irei testando que vou partilhar aqui semanalmente e se com elas inspirar alguém, excelente. O meu lema é "Take small steps every day and you'll get there one day"

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D